MP pede que governo do Paraná esvazie carceragens em delegacias Promotores entregaram documento nesta terça-feira ao governador Beto Richa, pedindo que o governo se comprometa
19/07/2017 - 6h18 em Novidades

 

MP pede que governo do Paraná esvazie carceragens em delegacias

Promotores entregaram documento nesta terça-feira ao governador Beto Richa, pedindo que o governo se comprometa a acabar com as celas em delegacias do estado. Governo diz desconhecer os termos.

 

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) propôs nesta terça-feira (18) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que o governo estadual se comprometa a esvaziar gradativamente as carceragens de delegacias.

O documento foi entregue ao governador Beto Richa (PSDB), no Palácio Iguaçu, em uma reunião com representantes da Secretaria de Segurança Pública, do Poder Judiciário e do próprio Ministério Público.

A expectativa do procurador-geral do Paraná é de que o termo seja assinado em até 30 dias.

De acordo com o MP, um terço dos presos do estado está hoje em delegacias. São quase 10 mil pessoas, em celas projetadas para receberem pouco mais de 4 mil.

Ainda segundo a Promotoria, a situação mais grave é a do 8º Distrito Policial, no bairro Portão, em Curitiba. A cela da delegacia foi feita para receber dois presos, mas está com 52.

Em 2011, o governo anunciou a construção e amplicação de 14 presídios no estado. A previsão é de que quase 7 mil novas vagas sejam abertas no sistema prisional, mas as obras ainda não foram concluídas.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná informou que desconhece os termos da proposta do Ministério Público. Informou ainda que as obras de construção e ampliação de penitenciárias estão em andamento e vão abrir, até o fim do ano que vem, quase 7 mil vagas.

O governo também informou que, com a conclusão dessas obras e a maior utilização de tornozeleiras eletrônicas, vão ser retirados todos os presos que estão nas delegacias do estado.

 

Fonte: http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/mp-pede-que-governo-do-parana-esvazie-carceragens-em-delegacias.ghtml

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!